Leia mais no Oficina da Net: Redirecionamento em JavaScript Sadia demite também no DF; mas corte é pequeno ~ Blog Samambaia DF

1 de fev de 2009

Sadia demite também no DF; mas corte é pequeno

As 350 demissões anunciadas nesta terça-feira (20/01) pela Sadia atingiram também o Distrito Federal, onde tem fábrica localizada em Samambaia. Segundo informações da assessoria de comunicação da empresa, um número não especificado mas baixo de ocupantes de cargos administrativos - entre uma e quatro pessoas - foi demitido. A assessoria reiterou, ainda, que não haverá corte de pessoal no chamado 'chão de fábrica', ou seja, entre os trabalhadores da produção. De acordo com a assessoria de comunicação da empresa alimentícia, houve demissões nos níveis de gerência e diretoria hoje em todas as unidades da Sadia no Brasil. Todas, entretanto, foram em número baixo - menos de 10 por unidade. Os cortes de maior volume se concentraram principalmente em São Paulo, Curitiba e Uberlândia, onde há escritórios maiores. De acordo com a empresa, trata-se de uma 'reestruturação' que resultará em economia de pelo menos R$ 44 milhões por ano. Segundo a Sadia, o corte feito na área administrativa representa apenas 0,5% do quadro de pessoal que desempenha essa espécie de função, e reduz de 29 para 22 o número de diretores no país. A Sadia passa por dificuldades financeiras e apresentou, no terceiro trimestre de 2008, uma perda de R$ 760 milhões com operações de contratos derivativos. No início de dezembro, a companhia revelou que o valor da exposição líquida da empresa com contratos futuros em dólar havia sido reduzida para US$ 678 milhões. A operação foi mal-vista e considerada especulativa. A empresa, que é uma das maiores do ramo alimentício no Brasil, está no Distrito Federal desde 2004, quando comprou a Só Frango. Uma deterioração de suas finanças teria grande impacto no DF, que tem como principal produto exportador o frango - representa cerca de 80% das exportações locais. A Sadia tem como concorrente no Distrito Federal a Perdigão que arrendou, em março de 2005, uma fábrica em Santa Maria.

0 comentários:

Twitter Facebook YouTube Orkut